Uma Thurman revela detalhes dos casos de assédio sexual que sofreu

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz Uma Thurman já havia anunciado que revelaria em breve quais foram os casos de assédio sexual que sofreu. Pois agora, a atriz finalmente resolveu detalhar tais casos.

Em um artigo publicado pelo The New York Times, revelou que foi abusada por um ator (o qual ela não revelou o nome) 20 anos mais velho que ela, quando ainda tinha apenas 16 anos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ela também explicou como foi trabalhar ao lado de Harvey Weinstein, que segundo a atriz, teria a assediado diversas vezes, inclusive de forma física, e se exposto para ela, de modo que ela se lembra de ficar em constante silêncio na presença do produtor. “Foi como uma pancada na cabeça. Ele me empurrou para o chão. Tentou se jogar em mim. Tentou se expor. Ele fez todo tipo de coisas desagradáveis. Mas ele não se dedicou para me forçar. Era como um animal se contorcendo, como um lagarto. Eu estava fazendo tudo o que podia para colocar o trem de volta nos trilhos. Meus trilhos.”

“Eu tenho um sentimento complicado por Harvey e que é muito ruim depois de ouvir sobre o tanto de mulheres que foram atacadas depois de mim” revelou. Ela ainda falou sobre ter o nome de Weinstein na produção de Kill Bill, um longa que fala sobre empoderamento. “Quentin [Tarantino] chamou Harvey para ser o produtor de Kill Bill, um filme que simboliza o empoderamento feminino. E tudo isso foi por água abaixo, porque eles acreditavam que ninguém faria nada errado, mas eles fizeram.” Ela acredita que Tarantino omitiu parte do comportamento predatório de Weinstein por muito tempo. Ela também disse que o diretor é culpado por um acidente de carro que ela sofreu durante a gravação do filme.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio