John Bailey, atual presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que concede todos os anos o Oscar, foi inocentado das acusações de assédio sexual levantadas contra ele após uma “séria investigação” do comitê da organização.

A Academia recebeu três reclamações contra o diretor de fotografia, que trabalhou em filmes como Silverado (1985) e Na Linha de Fogo (1993), e a investigação foi imediatamente colocada em curso. As informações são do ThePlaylist.

Saiba tudo sobre o código de conduta da Academia


Bailey foi eleito em agosto de 2017, e substituiu Cheryl Boone Isaacs no cargo. Caso ele seja obrigado a se afastar, pode ser sucedido por Lois Burwell, uma maquiadora veterana que serve como vice-presidente da Academia.

O mandato de Bailey até agora tem sido marcado por uma mudança radical na forma como a Academia lida com assédio sexual. Harvey Weinstein foi expulso da organização, e a Academia liberou um novo código de conduta para seus membros em dezembro.