Atriz que denunciou Harvey Weinstein diz que ofertas de trabalho melhoraram

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz Ashley Judd disse ter voltado a receber ofertas de trabalho após tomar frente nas denúncias de assédio e abuso contra o produtor Harvey Weinstein.

Hoje aos 49 anos, Judd foi uma das primeiras atrizes a concordar ter seu nome publicado em uma denúncia contra o produtor. Em outubro do ano passado, ela disse ao The New York Times que sua carreira foi sabotada por Weinstein após rejeitar seus avanços.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ashley Judd elogia resposta de James Franco às acusações de assédio sexual

“Farei uma peça na Broadway e já recebi oferta para uma comédia romântica. Essa é a melhor forma que Hollywood tem de me compensar por ter sido sabotada por um predador sexual e estuprador”, disse à revista Town & Country.

“Eu espero ter mais oportunidades agora, seria incrivelmente bom nesse momento particular receber mais ofertas de trabalho”, disse ainda.

Durante os anos 1990, Judd estrelou suspenses populares como Beijos que Matam (1999) e Risco Duplo (1999), mas nos anos 2000 suas ofertas de trabalho “secaram”, graças ao boicote de Weinstein.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio