Há 56 anos entre as cerimônias do Oscar de 1962 e 2018 – mas elas tem uma coisa em comum. Trata-se do vestido da estrela Rita Moreno, que resolveu “repetir” o modelito quase seis décadas depois.

Em 1962, ela fez história ao vencer o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por Amor, Sublime Amor, se tornando uma das únicas latinas a alcançar o feito. Agora, ela foi chamada para apresentar uma categoria – e resolveu homenagear aquela noite mágica.

Facebook e Twitter divulgam momentos mais comentados do Oscar 2018


“Ele está pendurado no meu armário desde aquela noite!”, brincou Moreno em entrevista no tapete vermelho (via E!).

Fãs da série One Day at a Time vão conhecer a atriz como Lydia, a “Abuelita” da série, mas Moreno é uma verdadeira lenda do cinema – e uma de apenas 12 pessoas que já conseguiram o EGOT (Emmy, Grammy, Oscar & Tony).

Veja a comparação: