Presidente da Academia do Oscar nega acusações de assédio contra ele

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

John Bailey, atual presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que concede todos os anos o Oscar, negou todas as acusações de assédio sexual feitas contra ele.

Em um memorando publicado pelo The Wrap, Bailey disse que pelo menos 3 delas são difamatórias e falsas. Ele também alega que uma das acusações, nas quais ele teria tentado tocar de forma inapropriada uma mulher num set de filmagem, também é falsa e nunca teria acontecido.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma investigação contra Bailey ainda está sendo realizada.

Bailey foi eleito em agosto de 2017, e substituiu Cheryl Boone Isaacs no cargo. Caso ele seja obrigado a se afastar, pode ser sucedido por Lois Burwell, uma maquiadora veterana que serve como vice-presidente da Academia.

O mandato de Bailey até agora tem sido marcado por uma mudança radical na forma como a Academia lida com assédio sexual. Harvey Weinstein foi expulso da organização, e a Academia liberou um novo código de conduta para seus membros em dezembro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio