Publicidade

Javier Bardem defende Woody Allen: “Estou chocado com o tratamento dado a ele”

Publicado por Caio Coletti

19/04/2018 11:45

O ator Javier Bardem não vai se juntar aos seus colegas que declararam arrependimento por terem trabalhado com Woody Allen no passado.

Em entrevista à Paris Match, o ator disse que “absolutamente não se sentia mal ou envergonhado” de sua associação com Allen, para quem atuou em Vicki Cristina Barcelona (2008).

“Se houvesse evidência que Woody era culpado, com certeza eu teria pensado duas vezes antes de trabalhar com ele. Eu tenho minhas dúvidas. Estou chocado com o tratamento dado a ele agora”, contou.

Bardem se refere, é claro, às acusações de abuso feitas pela filha adotiva do diretor, Dylan Farrow, que foram a julgamento em 1993, mas nunca produziram uma acusação formal contra o diretor.

Cortes | Javier Bardem entra para série de Steven Spielberg

O ator espanhol, atualmente casado com Penélope Cruz (sua companheira de cena em Vicky Cristina Barcelona), ainda falou sobre o movimento #MeToo, de denúncias de assédio sexual, e a forma como ele está supostamente “criando uma divisão entre homens e mulheres”.

“Eu sou sortudo por ter sido criado por uma mãe forte, que me ensinou a respeitar as mulheres. Hoje, tenho a impressão que existem homens de um lado e mulheres de outro, o que é uma má mensagem para a nova geração. O objetivo deveria ser viver juntos, e não de forma adversária”, opinou.

Bardem prepara-se para exibir seu novo filme ao lado da esposa, Todos lo Saben, como o longa de abertura do Festival de Cannes 2018 – veja o trailer.

Publicidade