O serviço de streaming Tidal, comandado pelo rapper e empresário Jay-Z, foi acusado pelo jornal norueguês Dagens Naeringsliv de falsificar os números de streaming de seus maiores álbuns exclusivos.

Entre os títulos em questão, Lemonade (de Beyoncé) e Life of Pablo (de Kanye West) são destacados pelo jornal.

A falsificação dos números permitiria que um pagamento maior do que o devido para as gravadoras dos três artistas, incluindo a Sony (Beyoncé) e a Universal (West).


Beyoncé sofre acidente com bicicleta em academia; saiba tudo

O Tidal foi a única plataforma onde era possível ouvir Pablo pelas primeiras seis semanas de lançamento, enquanto o Lemonade continua estritamente exclusivo do serviço.

Segundo os números lançados pela empresa, o álbum de Beyoncé foi ouvido 306 milhões de vezes nos primeiros 15 dias de lançamento, enquanto o de West foi ouvido 250 milhões de vezes. Em 2016, quando os discos foram lançados, o serviço tinha apenas 3 milhões de assinantes.