Estrela de Smallville usava disfarce de “grupo feminista” para atrair mulheres para culto

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Allison Mack, conhecida pelo papel de Chloe Sullivan em Smallville, foi condenada a prisão domiciliar por seu suposto envolvimento no culto sexual NXIVM, de acordo com os documentos judiciais obtidos pela Us Weekly.

Segundo o inquérito, a atriz recrutava mulheres para a organização descrevendo-a como “um grupo ou irmandade de empoderamento feminino”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mack, de 35 anos, compareceu ao Tribunal Federal do Brooklyn na terça (01) após pagar fiança de US$ 17 milhões para aguardar julgamento em liberdade.

História de culto com escravas sexuais de estrela de Smallville vai virar série

A atriz fazia com que as mulheres “fornecessem fotos nuas, bens materiais, confissões criminosas e outras informações prejudiciais como garantias”, segundo os documentos.

“Mack realizava cerimônias nas quais suas escravas eram marcadas… [Ela] colocava as mãos no peito das escravas e dizia a elas para ‘sentir a dor’ e ‘pensar em seu mestre’, enquanto as escravas choravam”, descreve o texto..

Mack foi vista no México com o líder do culto, Keith Raniere, pouco antes do próprio ser preso. Uma companheira de elenco de Mack em Smallville, Kristin Kreuk (Lana Lang), também foi acusada de participar do culto – mas negou tudo em declaração.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio