O diretor italiano Ermanno Olmi, mais conhecido por assinar o clássico A Árvore dos Tamancos e vencer com ele a Palma de Ouro no Festival de Cannes 1978, faleceu aos 87 anos.

Olmi morreu em um hospital de Asiago, Itália, onde tocava uma escola de cinema renomada (e inovadora) chamada Ipotesi Cinema. Não há confirmação da causa da morte.

Morre Dave Michener, diretor de O Ratinho Detetive, aos 85


Além da Palma de Ouro, Olmi também vendeu o Leão de Ouro, outro prêmio importante do circuito de festivais europeu (nesse caso, o Festival de Veneza), por A Lenda do Santo Beberrão (1988), com Rutger Hauer.

Olmi produziu O Posto (1961), seu primeiro longa metragem, com dinheiro do próprio bolso, após uma longa carreira como diretor de comerciais.

Seu último filme, Os Campos Voltarão (2014), ganhou o prêmio da crítica no Festival de São Paulo. O longa mostrava soldados da 2ª Guerra Mundial no front italiano durante uma tensa noite de batalha.