O jornal britânico The Sun revelou que a polícia britânica tem permissão para “atirar primeiro, fazer perguntas depois” durante a operação de segurança do casamento real entre Meghan Markle e Príncipe Harry.

Oficiais já patrulham as ruas de Londres em busca de “qualquer sinal de um possível ataque terrorista”, e os seguranças foram treinados antes do evento para “deter qualquer ameaça, do Estado Islâmico a pegadinhas de youtubers“.

O casamento real acontece no sábado (19) na Capela de São Jorge, no Castelo de Windsor.


Vestido de casamento de Meghan Markle custará quase R$ 500 mil; saiba mais

O casal real recentemente compareceu ao Commonwealth Youth Forum, que reúne jovens ativistas sociais britânicos, e revelou que vai focar seu trabalho filantrópico em causas da população LGBT – confira.

Harry e Meghan avisaram ainda em comunicado oficial que os convidados do casamento real estão dispensados de comprarem presentes para o casal – ao invés disso, a dupla sugeriu uma doação para sete instituições de caridade pessoalmente escolhidas por eles.

Nos Estados Unidos, o casamento real será exibido nos cinemas, sem comerciais e ao vivo, a partir das 10 da manhã do próximo sábado (saiba mais).