Bill Murray revela que não sabe do que Harvey Weinstein está sendo acusado

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No final do ano passado, um dos casos mais comentados foi o das acusações de assédio sexual contra o megaprodutor Harvey Weinstein, que gerou diversos debates sobre os problemas da indústria de Hollywood e formou a criação do movimento #MeToo.

Entretanto, parece que nem todo mundo está inteirado no caso de Weinstein. Uma dessas pessoas é Bill Murray. O famoso comediante foi questionado sobre o que achava do caso durante uma entrevista ao The Guardian e revelou não saber muita coisa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante a entrevista, o repórter disse que Weinstein costuma dizer que “ser Bill Murray é como uma religião, em que você pode se comportar mal e todo mundo vai continuar a te adorar”.

Murray disse que achava que o que o produtor dizia era “algo engraçado, e que você pode pegar algo de alguns anos atrás fora do contexto, mas eu acho engraçado”.

Ele então falou sobre as recentes acusações contra Weinstein, após perceber para que lado a discussão estava caminhando: “Eu não sei exatamente do que ele está sendo acusado ainda, mas eu conheço algumas pessoas envolvidas e dói falar sobre isso. Realmente dói”.

Na última semana, Weinstein começou a enfrentar um novo processo judicial, desta vez com três acusações de estupro contra o produtor (saiba mais).

Enquanto isso, Weinstein foi detido pela polícia de Nova York e, após pagar fiança, aguarda em liberdade o julgamento de outro caso semelhante – saiba as últimas novidades.

Gwyneth Paltrow revela que Brad Pitt enfrentou Harvey Weinstein

O caso mais sólido que as autoridades possuem contra Weinstein envolve uma mulher chamada Lucia Evans, que acusou Weinstein se obrigá-la a praticar sexo oral nele em 2004. O relato de uma segunda vítima, não nomeada, está incluído no processo oficial.

É por essas acusações, entre as mais de 60 que surgiram contra Weinstein desde os primeiros artigos do The New York Times no ano passado, que o produtor deve responder na justiça.

Entre as mulheres que alegam assédio e abuso por parte de Weinstein, atrizes como Ashley Judd, Gwyneth Paltrow, Angelina Jolie, Léa Seydoux, Lupita Nyong’o, Asia Argento, Rose McGowan, Lena Headey, Mira Sorvino e muitas outras.

Pouco após as acusações surgirem na imprensa, Weinstein foi demitido de sua produtora, a The Weinstein Company, que subsequentemente foi à falência e foi vendida.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio