Kanye West pensou que Kim Kardashian pediria o divórcio após polêmica

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao The New York Times, Kanye West desabafou como as recentes polêmicas envolvendo Donald Trump e escravidão o fizeram repensar algumas coisas.

Em maio, em entrevista ao TMZ, o rapper disse que a escravidão era uma “escolha”. Obviamente, isso gerou enorme polêmica nas redes sociais, inclusive entre famosos. “Eu aprendi muito. Eu aprendi sobre o contexto da ideia da palavra escravo. Eu não aceitei esse contexto”, disse West ao jornal, antes de insistir que ele nunca “realmente disse que a escravidão era uma escolha”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo West, o que ele realmente afirmou era que “a ideia de sentar em algo por 400 anos parece uma escolha para mim, eu nunca disse que é uma escolha. Eu nunca disse que a escravidão em si – como ser algemada – era uma escolha”.

Ação contra álbum de Kanye West será levada ao tribunal por fã do cantor

Apesar de tudo, ele insiste que não retira o comentário. Ele diz que se sente “idiota” em ter que reafirmar em voz alta que sabe o que a escravidão foi. “Mas também não recuo”, acrescentou.

O rapper também falou sobre como se sentiu após a repercussão da entrevista. “Houve um momento em que me senti como depois do TMZ, talvez uma semana depois disso, senti que os níveis de energia estavam baixos”, disse ele. “Liguei para diferentes membros da família e perguntei: ‘Kim estava pensando em me deixar depois do TMZ?’”, contou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio