Tyra Banks relembra preconceito com seu corpo: “Minha dor me ajudou”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Tyra Banks conversou com a Variety sobre a trajetória de sua carreira como modelo, empresária e apresentadora, e o preconceito que sofreu em suas primeiras aparições na indústria da moda.

“Eu comecei a ganhar peso, e alguns designers deixaram de trabalhar comigo por isso”, comentou ela. “Então um dia minha mãe se sentou comigo na mesa da cozinha e disse: ‘Escreva uma lista de designers que trabalham com modelos curvilíneas. Depois, escreva uma lista de modelos que tenham ‘mais carne nos ossos’ que você admira. Minha filha não vai passar fome por essa indústria’”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

America’s Next Top Model | Tyra Banks retorna em nova temporada

“Eu tive sorte de ter uma mãe assim. Muitas meninas não tem, e isso criou uma empatia dentro de mim com o quanto elas sofrem preconceito e o quão difícil é, para elas, chegar em algum lugar nessa indústria”, contou.

“Por outro lado, minha dor me ajudou, me transformou em uma ‘chefona’. Eu acordo todo dia inspirada por lutar por modelos com ‘carne nos ossos’, por modelos com pele negra como a minha”, completou.

Banks atualmente apresenta o programa America’s Got Talent, que estreia nova temporada nessa quarta (06) no Brasil.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio