Publicidade

Após novas acusações de crimes sexuais, Harvey Weinstein pode passar resto da vida na prisão

Publicado por Guilherme Raia

02/07/2018 13:27

Três novas acusações podem mandar o produtor cinematográfico Harvey Weinstein para a cadeia pelo resto de sua vida. Acatadas pelo promotor Cyrus Vance Jr., de Manhattan, em Nova York (EUA), as acusações são de uma terceira mulher e incluem uma contagem adicional de ato sexual criminal em primeiro grau ocorrido em 2006, assim como duas acusações de agressão sexual predatória, um crime de Classe A-II.

“Um Grande Júri de Manhattan indiciou Harvey Weinstein em algumas das mais graves ofensas sexuais que existem sob o Código Penal de Nova York”, disse Cyrus Vance em nota publicada. “Esta acusação é o resultado da extraordinária coragem exibida pelos sobreviventes que se apresentaram. Nossa investigação continua”, completou ele. Na sexta-feira, a mulher testemunhou perante a um grande júri no distrito norte-americano.

Filho de Donald Trump acusa ator de proteger Harvey Weinstein

As duas acusações anteriores fazem com que Harvey Weinstein, com 66 anos, possa enfrentar 25 anos de prisão, pena que aumentará caso as novas acusações sejam comprovadas e que devem fazer o norte-americano a passar o resto de sua vida atrás das grades. No dia 05 de junho, ele se declarou inocente das queixas de estupro em audiência.

Os escândalos vieram à tona depois que a atriz Lucia Evans revelou ter sido forçada a praticar sexo oral no produtor em 2004. Uma segunda mulher, que não teve a identidade revelada, o acusa de tê-la estuprado em 2013 no hotel DoubleTree, em Manhattan.

Publicidade