Simon Pegg, de 48 anos, conhecido por seus trabalhos nas franquias Star Trek e Missão Impossível, voltou a falar sobre a luta contra a depressão e o alcoolismo. No entanto, dessa vez, fez revelações chocantes contra os paparazzis.

Enquanto Pegg esteve internado, o astro conta que teve que fazer de tudo para conseguir fugir dos caçadores de polêmicas. O ator revelou até uma estratégia suja por parte dos profissionais.

“Eles foram baixos a ponto de ligarem dizendo que eram a minha mãe para conseguirem falar comigo. Não tenho vergonha disso tudo, mas também não tenho nenhum orgulho, nunca foi divertido, sempre foi apenas terrível”, contou o ator ao The Guardian.


O ator precisou buscar ajuda em 2006, logo após Missão Impossível 3. Na entrevista, Pegg ainda lembrou que naquela época, sempre bebia antes de ir a algum lugar.

Simon Pegg diz que Missão Impossível 7 é uma possibilidade

“Quando eu revejo esse filme fica óbvio para mim como eu estava perdido, infeliz e alcoólatra, foram os meus anos mais críticos”, confessou.

Essa não é a primeira vez que o famoso trata sobre os problemas. Em junho, Pegg também deu relatos a Empire.

“Eu sempre senti que eu era suscetível a isso (depressão), mas o engraçado foi que isso começou quando eu senti o que as pessoas chamariam, convencionalmente, de sucesso”, havia contado.

Simon Pegg está lançando Missão Impossível: Efeito Fallout, que chega ao Brasil no dia 26 de julho.