Atriz de House afirma que Tarantino via Harvey Weinstein como um pai

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Amber Tamblyn, atriz que ficou conhecida por participar de House entre 2004 e 2012, revelou ao The Vulture que as acusações contra Harvey Weinstein foram difíceis para Quentin Tarantino digerir. A famosa, que é amiga do premiado diretor, contou que teve um longo jantar com ele para que ele fizesse a escolha certa e não apoiasse o produtor.

Amber conta que a conversa aconteceu antes de Tarantino apoiar a causa #MeToo. A atriz é uma das participantes mais ativas do movimento que busca delatar casos de assédio em Hollywood.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Não faça isso pelo seu ego”, a famosa contou que falou ao diretor.

No entanto, Amber foi mais a fundo e trouxe a público o que pensa sobre a relação entre Tarantino e Weinstein, acusado e em julgamento por crimes sexuais.

Harvey Weinstein se declara inocente após novas acusações de crimes sexuais

“Quentin teve um relacionamento conturbado com o próprio pai no passado. Harvey preencheu tudo iso para ele. Assim, para ele, em sua consciência, aquele cara é mais do que um financiador de filmes. E ele tinha que lidar com aquilo”, contou a atriz para a revista.

Na última semana, o jornal The New York Times publicou uma entrevista com o próprio Tarantino. O diretor confessa que sabia de alguns casos de abuso de Weinstein. Amber também afirmou que o diretor de Pulp Fiction sabia dos crimes cometidos pelo produtor contra as atrizes Uma Thurman e Mira Sorvino.

Harvey Weinstein segue em julgamento por seis acusações formais de crimes sexuais. O famoso produtor pode até pegar prisão perpétua pelos crimes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio