Diretor chileno da Netlifx é acusado de assédio sexual

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As acusações de assédio sexual que ganharam força em Hollywood começam a aparecer também em outros países. Dessa vez, o diretor chileno Nicolas Lopez foi acusado por três atrizes.

Segundo informações do jornal El Mercurio, as acusações das atrizes são graves. Todas acusam o diretor de tê-las obrigado a beijá-lo e tocá-lo. Uma delas afirma que Nicolas teria ordenado que ela ficasse com ele, enquanto o cineasta se masturbava.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma das vítimas é a atriz Daniela Ginestar. A chilena contou que recebeu a visita do diretor em sua casa. Logo, Nicolas mostrou um vídeo dele tendo relações sexuais com outra atriz e avisou que se Daniela não fizesse o mesmo, ela não seria famosa. Quando recusou, o diretor começou a se tocar em frente a ela.

Astro de Brooklyn Nine-Nine elogia atitude de Terry Crews após denunciar assédio de agente

Os casos teriam acontecido nas gravações da série Que Pena Tu Vida. O diretor se limitou a tocar no assunto por meio da assessoria de imprensa. Nicolas Lopez afirma que procurará meios legais para responder as acusações.

Nicolas, de 35 anos, é hoje o cineasta mais famoso do Chile. O sul-americano aparece frequentemente em parcerias com o norte-americano Eli Roth, de Bastardos Inglórios (2009).

Recentemente, o cineasta tinha um acordo com a Netflix. Após as acusações, o serviço de streaming deve revisar os termos e possivelmente quebrar o contrato.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio