Johnny Depp pode ter desistido de seguir adiante com o processo contra os seus advogados. O astro da indústria cinematográfica teria chegado a um acordo no último semana, aponta o The Hollywood Reporter.

Depp estava acusando o The Management Group, de Joel e Robert Mandel, de gastar parte da sua fortuna sem a sua permissão. O valor pedido pelo ator no processo era de US$ 25 milhões pelos gastos e por dano moral. O caso estava partindo para um julgamento, que iria parar Hollywood, no dia 15 de agosto.

Com o suposto acordo, que teria sido feito no último sábado (14) pelo juiz aposentado Peter Lichtman, o caso não deve mais ir ao tribunal.


Johnny Depp altera tatuagem que fez para Amber Heard

Antes desse acordo, os irmãos Mendel também haviam um processo contra o Depp. Os ex-empresários do ator afirmaram que o astro tinha um custo de vida que era incapaz de manter. O famoso estaria gastando quase US$ 2 milhões por mês para pagar gastos como um jato particular.

O THR ainda diz que o acordo foi a última tentativa para o caso não ser resolvido em tribunal. As duas partes estariam com medo de que segredos viessem à tona durante o julgamento.

Mesmo tendo aparentemente resolvido o problema com o The Management Group, Depp ainda está em outro processo. O astro ainda está processando o seu antigo advogado, Jake Bloom, por negligência profissional.