A Justiça norte-americana negou uma ordem de restrição que os advogados de Stan Lee pediram contra seu ex-sócio e ex=empresário, Keya Morgan. A defesa do quadrinista o acusa de abuso físico e psicológico, isolando o criador do Homem-Aranha de seus amigos e familiares.

Em matéria publicada pelo Daily Mail, a decisão judicial tem uma justificativa: a confusão criada pela defesa de Lee. Dois advogados foram enviados para a sua defesa e cada um deles apresentou um argumento diferente, o que deixou o juiz confuso. Atá a filha do autor, J.C. Lee, ficou sem entender o que aconteceu.

Keya Morgan nega as acusações de abuso de Stan Lee. A briga de ambos na justiça já é de longa data. Procurado pela imprensa, ele preferiu não comentar sobre o caso.