Para os norte-americanos o dia 4 de julho tem uma enorme importância no calendário. Afinal, é o dia em que o país comemora a sua independência e os cidadãos afloram ainda mais seu lado patriota. Um deses casos, porém, não terminou bem para James Wood (Um Ato de Coragem), que acabou sendo “dispensado” por seu empresário.

A revelação foi feita pelo próprio Wood através de seu Twitter, onde postou um print do e-mail que recebeu de Ken Kaplan. “É 4 de julho e me sinto patriota. Não quero mais representá-lo. Quer dizer, eu poderia fazer um discurso, mas você sabe o que eu diria”, escreveu o agente no e-mail. Junto da foto, havia uma explicação do ator para seus seguidores: “Este é um e-mail do meu empresário (um liberal) hoje”.

Atriz de Parks and Recreation foi chamada de criminosa por segurança por placa contra Trump


Na sequência, James Wood tuitou uma resposta para Kaplan em tom ameno. “Caro Ken, na verdade não. Eu estava pensando que se você está se sentindo patriota, iria gostar da liberdade de expressão e do direito individual de cada um pensar. Seja como for, quero agradecê-lo por todo o trabalho duro e devoção ao meu lado. Passar bem.”, escreveu o conservador.