Harvey Weinstein está sendo investigado por 11º caso de assédio na Inglaterra

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O escândalo do produtor Harvey Weinstein vai ficando ainda mais denso, com uma 11ª vítima de assédio sexual aparecendo no Reino Unido, já em investigação pela polícia local.

Como parte da Operação Kaguyak, a Scotland Yard está investigando mais um caso de abuso sexual envolvendo o produtor da finada Weinstein Co., aumentando o número de denúncias para 16, de 11 mulheres.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Policiais do Comando de Abuso Infantil e Assédio Sexual do Met receberam denúncias de abuso sexual de 11 vítimas sob a Operação Kaguyak. Em 16 de agosto de 2018, uma acusação foi recebida de que um homem havia abusado sexualmente de uma mulher (vítima 11) em uma locação desconhecida na década de 90”, informou a polícia ao Deadline.

Os agentes da Scotland Yard estão fazendo conexões com a polícia dos EUA, a fim de concluir a investigação. Nos EUA, Weinstein pagou fiança de US$1 milhão de dólares após julgamento em 9 de julho.

Dentre todas as acusações no Reino Unido, Weinstein se declarou inocente, afirmando que todas as denúncias foram sexo consensual.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio