Tom Hanks tenta esconder vício do filho em processo de acidente de carro

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um acidente de carro de 2015 está mexendo com a vida pessoal do ator Tom Hanks e da sua esposa Rita Wilson. Os dois lutam agora para manter o vício com drogas do filho, Chet, longe dos tribunais.

De acordo com documentos obtidos pelo Radar Online, representantes do casal entraram com uma moção na justiça norte-americana pedindo que o tribunal evitasse depoimentos sobre o envolvimento do jovem com drogas. O pedido foi feito no início de setembro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Tom Hanks está sendo processado por um homem chamado Terry Moogan, que em fevereiro de 2015, foi atingido por Chet em uma rodovia de Los Angeles. Moogan garante que o rapaz estava sob influência de drogas no momento do acidente.

You Are My Friend | Chris Cooper se junta a Tom Hanks em novo drama

O advogado das celebridades, Steven M. Maslauski, tentou apaziguar o caso. De acordo com o representante, Chet já se assumiu culpado. No entanto, Moogan processa o casal por negligência ao deixar o filho dirigir de maneira imprudente.

“Chet Hanks admitiu a responsabilidade por este incidente, contestando apenas a natureza e a extensão dos danos alegados. Outros réus, tanto como indivíduos quanto como acionistas da Hanks Family Trust, admitiram a responsabilidade por uma atribuição negligente, a fim de evitar depoimentos desnecessários e assediadores”, escreveu o advogado para a justiça.

No momento, Chet alega estar sóbrio já há dois anos. O filho do astro estaria em tratamento contínuo por conta do vício com drogas.

Em outubro, o caso pode ser encerrado. No dia 30, está previsto um julgamento por júri no tribunal de Los Angeles.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio