Brett Ratner, diretor de X-Men 3, entra em acordo com processo sobre difamação e abuso sexual

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Deadline afirma que Brett Ratner (X-Men: O Confronto Final, A Hora do Rush) resolveu retirar as acusações de difamação contra Melanie Kohler, que o acusou de assédio sexual em uma postagem no Facebook.

Ratner e seus advogados estavam em batalha judicial com a família de Kohler desde 2017, quando o diretor foi acusado de assédio sexual por 6 mulheres, e ambas as partes optaram por entrar em acordo e esquecer o processo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu tive a honra de representar Melanie Kohler e estamos felizes que o Sr. Ratner tenha concordado em abandonar o caso. Casos como esse são muito difíceis, especialmente quando os eventos aconteceram há mais de uma década, e as memórias são nebulosas e pouco claras. A conversa pública sobre esse caso foi muito dolorosa para Melanie. O resultado permitirá que Melanie siga em frente com sua vida e passe mais tempo com sua família”, declarou Robert Kaplan, advogado de Kohler.

Olivia Munn não quer ver Brett Ratner trabalhando em Hollywood de novo

“Já que o advogado da Sra. Kohler declarou que as memórias de sua cliente são nebulosas e pouco claras sobre os supostos eventos de mais de uma década atrás, o Sr. Ratner concordou em abandonar essa ação”, respondeu Martin Singer, advogado do diretor.

Como ambas as partes chegaram a um acordo, nenhuma troca de dinheiro entre as duas partes foi executada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio