Publicidade

Ellen DeGeneres revela que sofreu ameaças de morte após se assumir: “Houve uma ameaça de bomba”

Publicado por Bruno Tomé

18/10/2018 17:41

Em entrevista à Ad Week, a atriz e apresentadora Ellen DeGeneres relembrou o momento em que decidiu se assumir homossexual. Em novas revelações, a famosa contou que chegou a sofrer ameaças de morte.

O ano era 1997 e Ellen DeGeneres era a estrela da sitcom Ellen. A atriz utilizou a revista Time para se assumir. Na capa, apareceu com a manchete, “Sim, eu sou gay”. Um dos casos citados por ela aconteceu na própria comédia.

“Quando eu me assumi, eu fui ameaçada de morte e houve uma ameaça de bomba, mas eles erraram o tempo das filmagens. Nós já tínhamos terminado, e graças a Deus”, revelou a famosa.

A atriz comentou também que foi pega de surpresa. Um ano depois de ter se assumido, a série Ellen foi cancelada.

“Eu sabia que teriam pessoas que não gostavam, mas eu não percebi que a minha série seria cancelada. Eu achava que seria interessante”, recorda-se Ellen DeGeneres.

This Is Us | Justin Hartley e Ellen DeGeneres choram com cebolas em paródia

Na entrevista, a atriz também acusou a emissora ABC e a Disney de serem coniventes com o preconceito da época. A série Ellen, por exemplo, não era patrocinada.

“A última temporada que fizemos era ótima, mas infelizmente ninguém viu porque não era patrocinada. Não teve anunciantes de propósito pela ABC e Disney porque eles apenas queriam esticar as mãos aos anunciantes e dizer que não estavam promovendo a série. Eu entendi. São negócios, eu entendi. Todo mundo tinha as suas razões, e eu acabei sendo surpreendida”, comentou a famosa.

Mesmo com esses momentos difíceis, a apresentadora garante que a decisão tomada em 1997 foi acertada.

“Foi a decisão mais difícil da minha vida. Eu não mudaria nada dela porque foi dessa maneira que eu cheguei onde estou hoje”, afirmou Ellen DeGeneres.

Publicidade