Publicidade

Evanna Lynch, de Harry Potter, revela que J.K. Rowling lhe ajudou a superar distúrbio alimentar

Publicado por Lucas Nascimento

09/10/2018 20:00

Quando a atriz Evanna Lynch foi contratada para viver Luna Lovegood em Harry Potter e a Ordem da Fênix, desempenhando o papel até o último filme da saga, já era a segunda vez que a criação de J.K. Rowling mudava sua vida.

Em entrevista durante a última edição de Dancing with the Stars, Lynch revelou que Rowling e sua criação a ajudaram a passar por um dos períodos mais difíceis de sua vida, quando enfrentava um distúrbio alimentar.

“Quando eu tinha 11 ou 12 anos eu estava enfrentando um distúrbio alimentar. Qualquer pessoa que já tenha tido um distúrbio alimentar sabe que isso domina sua vida completamente. E a única coisa que conseguia me distrair eram os livros de Harry Potter”, afirma Lynch.

Rupert Grint, o Rony de Harry Potter, gostaria de desaparecer

“Eu comecei a escrever para a J.K. Rowlinge e ela escreveu de volta, e nos tornamos amigas de correspondência depois disso. Eu entrava e saía de hospitais e ia recebendo essas cartas. Foram seus livros e sua bondade que realmente me deram vontade para viver de novo”, relembra a atriz.

“Atuar em Harry Potter mudou minha vida porque me provou que eu podia fazer qualquer coisa, que eu tinha algo a oferecer ao mundo. Eu e J.K. éramos amigas de correspondência. Estávamos nos comunicando por anos, mas quando a audição aconteceu, foi no intervalo de 2 semanas para conseguir o papel, e eu nem tive chance de falar pra ela”, disse Lynch, certificando que Rowling não teve nenhuma influência em sua escalação no filme.

A saga de Harry Potter continua nos cinemas com Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald, que estreia em 15 de novembro.

Publicidade