Atriz de Baywatch acusa executivo de forçá-la a fazer sexo oral

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mais uma acusação contra Les Moonves, ex-CEO da CBS, veio à tona nesta quinta-feira (29). O jornal New York Times publicou um relato chocante da atriz Bobbie Phillips, que revelou ter sido abusada pelo executivo.

O caso teria acontecido em 1995, quando a atriz tinha 27 anos, em um dos escritórios da Warner Bros, em Los Angeles. A atriz relembra que tudo começou quando Les Moonves ofereceu qualquer papel na TV caso Bobbie Phillips aceitasse ser a sua namorada.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Depois, o executivo forçou o seu pênis contra a boca da atriz. O abuso, conforme o relato, foi interrompido por um telefonema.

“Se Bobbie falar é o meu fim”, teria revelado o executivo a amigos, indica a publicação.

Diretor faz piada com assédio sexual em premiação que homenageou mãe de Leonardo DiCaprio

“Eu lembro de pensar na hora que eu gostaria de ter um taco de beisebol para acertá-lo na cabeça”, afirmou a atriz.

O executivo respondeu ao New York Times, alegando que a relação foi consensual. No entanto, Bobbie Phillips, que também participou de Showgirls, lembra de ter recusado uma alta oferta de Les Moonves para ficar longe do executivo.

“Eu não me importava com esse papel, mesmo que estivesse todos muito empenhados para que eu aceitasse, foi uma situação desconcertante”, relembrou a atriz.

Les Moonves perdeu o cargo de CEO da CBS ainda em setembro. O executivo foi acusado por outras 12 mulheres de abusos semelhantes ao que teria acontecido com Bobbie Phillips.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio