Ennio Morricone chama Quentin Tarantino de “cretino” cujo os filmes são um “lixo”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ao que parece, a relação entre o compositor Ennio Morricone e o diretor Quentin Tarantino não está nada boa. Morricone, que venceu um Oscar ao compor a trilha sonora do mais recente filme de Tarantino, o longa Os Oito Odiados, chegou a chamar o diretor de “cretino” em entrevista à Playboy alemã.

“O homem é um cretino. Ele apenas rouba dos outros e depois coloca tudo junto. Não há nada de original nisso. E ele nem ao menos é um diretor. Não pode ser comparado com diretores reais de Hollywood como John Huston, Alfred Hitchcock e Billy Wilder. Eles eram incríveis. Tarantino apenas reaproveita coisas velhas” disse Morricone.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O compositor ainda chamou os filmes de Tarantino de “lixo” e explicou parte do problema com o diretor: “Ele me telefona do nada e quer uma trilha pronta em poucos dias, isso me deixa louco, porque é impossível”.

Era Uma Vez em Hollywood é divertido e assustador, diz membro do filme de Tarantino

Enquanto isso, Tarantino trabalha em seu novo filme, Era Uma Vez em Hollywood, que tem a dupla Leonardo DiCaprio e Brad Pitt como protagonistas, interpretando, respectivamente, um ator de TV em decadência e seu dublê na Hollywood de 1969.

Timothy Olyphant, Luke Perry, Damian Lewis, Dakota Fanning, Al Pacino, Emile Hirsch, Clifton Collins Jr, Tim Roth, Michael Madsen, Keith Jefferson, Mike Moh, Nicholas Hammond e Bruce Dern completam o elenco.

Era Uma Vez em Hollywood tem previsão de lançamento para o dia 15 de agosto de 2019.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio