Os promotores do processo movido em Manhattan contra Harvey Weinstein, afirmaram na última sexta-feira (23), que o caso construído contra o produtor ainda está forte, e que seus advogados de defesa estão tentando transformar o julgamento em um circo.

Harvey Weinstein é acusado de assédio sexual por atriz de Boardwalk Empire

Ben Brafman, o advogado de defesa de Weinstein, pediu que o juiz do caso arquivasse as acusações contra o cliente após uma descoberta do escritório da procuradoria fazer com que as provas apresentadas pela atriz Lucia Evans não fossem consideradas para o processo.


O advogado pediu que as demais evidências das cinco acusações que ainda estão sendo avaliadas sobre o produtor, sejam também excluídas.

“A única razão para o advogado de defesa pedir essa sessão é criar um circo público que vai incentivar sua campanha contra a promotoria”, afirmou o promotor assistente Kevin Wilson. “As acusações restantes são fundadas em provas e ampla evidência”, completou o magistrado.

O juiz James Burke deve tomar uma decisão sobre o caso nos próximos meses.