O ator Leonardo DiCaprio se meteu em uma confusão com as entidades do Oscar pelo fato de ter recebido de presente o Oscar do ator Marlon Brando de um empresário malaio acusado de fraude.

Segundo o New York Times, o empresário Jho Low foi preso ao ser acusado de roubar cerca de US$ 1 bilhão de um fundo de projetos públicos da Malásia.

Low teria usado o dinheiro para comprar presentes luxuosos, como pinturas de Picasso e Van Gogh, e o Oscar que Marlon Brando ganhou pelo filme Sindicato de Ladrões.


Ao saber da prisão, DiCaprio renunciou todos os presentes que recebeu de Low, mas sua conexão com o empresário vai além disso, pois o filme O Lobo de Wall Street foi financiado com parte do dinheiro roubado por Low.

As entidades do Oscar se colocam no direito de revender qualquer item do Oscar que tenha sido vendido ilegalmente.

Leonardo DiCaprio aparece vestido de palhaço em festa de Halloween

Atualmente, DiCaprio trabalha em Era Uma Vez em Hollywood, novo filme de Quentin Tarantino que o coloca ao lado de Brad Pitt, Margot Robbie, Al Pacino e grande elenco.