Neil DeGrasse Tyson, da série Cosmos, fala em “investigação imparcial” e se diz inocente de acusações de estupro

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O físico Neil DeGrasse Tyson, apresentador da série Cosmos, foi acusado por assédio sexual e estupro ainda na última sexta-feira (30), e agora, respondeu às acusações.

A Fox e o National Geographic estão investigando alegações de Ashley Watson, ex-assistente de Tyson que teria sido forçada a se demitir após comportamento inapropriado do físico.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Por uma variedade de razões, algumas justificadas, outras não, homens acusados de conduta inapropriada no clima ‘me too’ são considerados culpados pelo julgamento da opinião pública. Emoções ultrapassam o processo, pessoas escolhem lados, e a guerra das redes sociais começa”, escreveu o físico no Facebook.

Neil DeGrasse Tyson ainda acusou a situação de estar contendo uma investigação “imparcial”.

Neil deGrasse Tyson, físico da série Cosmos, é acusado de estupro por ex-assistente

“Em qualquer alegação, evidências importam. Evidências sempre importam. Mas o que acontece quando é a palavra de uma pessoa contra a outra e as histórias não batem? É quando as pessoas colocam o julgamento em quem tem mais credibilidade. E é quando uma investigação imparcial pode servir como verdade – e mesmo assim teria a minha completa cooperação”, ainda declarou o físico.

Por conta disso, o físico e apresentador de Cosmos explicou-se e garantiu ser inocente. Além disso, está à disposição para cooperar no caso.

“Acusações podem danificar um casamento e uma reputação. Às vezes, de forma irreversível. Eu me vejo como um marido amado e um servidor público – um cientista e educador que serve para vontade do público. Eu tenho gratidão por aqueles que seguem me apoiando e continuam respeitando meus valores e meu trabalho”, finalizou o físico.

Após anúncio na sexta, a Fox e a National Geographic, que produzem Cosmos, não declararam qual será o futuro da série. Essa foi a segunda acusação contra Neil DeGrasse Tyron desde 2014.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio