Igreja da Cientologia acusa canal americano e apresentadora de incitarem assassinato

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma das instituições mais controversas dos Estados Unidos é a infame Igreja da Cientologia, que já se viu envolvida em diversos escândalos e processos ao longo de sua história.

O mais recente deles é uma ação da própria igreja de David Miscavige, que está acusando o A&E e o programa Scientology and the Aftermath por ter incitado o assassinato de um dos membros da instituição.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com o The Hollywood Reporter, um segurança de 24 anos, Chih-Hen Yeh, foi assassinado ao transportar uma cientóloga para uma das “cerimônias de purificação”, tendo sido esfaqueado no pescoço pelo filho dessa mesma mulher, de 16 anos.

Em carta escrita para o grupo do da A&E, a organização da Igreja culpou Leah Remini e a equipe do Scientology and Aftermarth de incitar práticas violentas em “programas sensacionalistas” sobre o grupo, e ainda ordenou que a A&E encerrasse o programa imediatamente.

Cientologia realmente escolhia namoradas de Tom Cruise, afirma ex-integrante

O A&E não respondeu às acusações.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio