Louis C.K., infame comediante acusados por inúmeras mulheres de abuso e assédio sexual, parece não se importar com as graves alegações. Em um show na cidade americana de San Jose, C.K. fez piadas com suas práticas de agressão sexual.

Louis C.K. admite em e-mail ter transmitido DST para antiga namorada: “Nossa geração tem isso”

“Eu gosto de me masturbar, e não gosto de fazer isso sozinho”, afirmou o humorista, se referindo às diversas mulheres que o acusaram exposição sexual sem consentimento.


C.K. também desrespeitou os sobreviventes e as vítimas do tiroteio na escola de Parkland mais uma vez.

“Se você quer que as pessoas esqueçam que você se masturbou, é só fazer piadas sobre crianças mortas”, disparou o comediante.

O show de Louis C.K. contou com protestos e vaias.

Em seu primeiro show de retorno à comédia, Louis C.K. provou que não aprendeu nada com sua demissão e ostracismo, e continuou fazendo piadas preconceituosas e carregadas de discurso de ódio.

As declarações do acusado de abuso sexual foram extremamente criticadas, até por outros humoristas, como Jim Carrey e Pete Davidson.