Kevin Spacey deve comparecer para responder em tribunal no caso de suposto assédio sexual, como ordenado por um juiz de Massachusetts, de acordo com documentos judiciais obtidos pelo Hollywood Reporter.

O ator duas vezes premiado com o Oscar pediu para renunciar ao seu direito de comparecer em 7 de janeiro no Tribunal Distrital de Nantucket, de acordo com uma moção apresentada por sua equipe jurídica.

O Juiz da Corte Distrital de Nantucket, Thomas Barrett, negou a solicitação, mas não deu nenhuma explicação adicional.


Kevin Spacey aparece em público com “Aposentado desde 2017” escrito em boné

A justiça está em posse de um vídeo em que Kevin Spacey assedia um jovem de 18 anos em um bar de Massachussetts, nos Estados Unidos. A informação foi confirmada pelas autoridades.

Por conta dessas imagens, o ator foi acusado formalmente pela Justiça de Massachusetts pelo ataque sexual. O vídeo foi enviado pelo rapaz de 18 anos para namorada pela rede social Snapchat na época do caso, em 2016.

O The Boston Globe conseguiu informações diretamente da polícia de Massachussetts. Os arquivos policiais indicam que a vítima mentiu para Kevin Spacey, afirmando que teria 23 anos, e não 18.

Com isso, ele e o ator beberam inúmeros drinques. Quando o jovem estava intoxicado, Kevin Spacey teria o abusado sexualmente.

Famosos reagem ao vídeo bizarro de Kevin Spacey nas redes sociais

Kevin Spacey será julgado na Corte de Nantucket em 7 de janeiro de 2019.