A atriz Regina King quase recusou a chance de interpretar Sharon Rivers no filme Se a Rua Beale Falasse, papel que lhe rendeu o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante.

Oscar 2019 | Capitão América salva o dia novamente ao impedir tropeço de Regina King; veja o vídeo!

Em entrevista ao site Yahoo, no domingo, dia 24, a atriz conta que já estava há 10 anos sem atuar em um filme e não sabia Se a Rua Beale Falasse era o longa ideal: “Eu tinha terminado a série Seven Seconds quando o filme chegou até à mim e esse foi um papel pesado, interpretar uma mãe. Então eu não queria interpretar um papel parecido de novo.”


“Eu até disse isso para o meu agente, mas o filme veio até mim e eu fiquei pensando: ‘Talvez a Sharon não seja uma mãe’ porque eu ainda não tinha lido o livro. Dai eu li o roteiro, o livro e conheci o Barry [Jenkins, diretor] e eu pensei: é esse filme que eu quero fazer depois de 10 anos só em séries,” ela admite, realizada.

Por fim, ela também revela que logo poderá ser vista dirigindo um filme, que ainda está no processo de negociações.