A atriz Alisson Mack, de Smallville, continua a lidar com o processo que envolve a sua participação na seita NXIVM.

Allison Mack, atriz de Smallville presa por atuar em culto sexual, afirma ser perseguida por fã

E seu julgamento não tem sido uma tarefa fácil para o juiz encarregado, Nicholas Garaufis, que acredita que a incapacidade do júri de não pesquisar sobre o caso nas redes sociais, pode colocar tudo em risco.


Em pronunciamento no site The New York Times, nesta segunda-feira, dia 4, o juiz avisa: “O caso El Chapo mostrou que as pessoas não escutam os juízes. Os jurados vão para a internet, Twitter e estragam o caso. Esse é um problema real e eu vou ficar na cola dos jurados.”

“Nós estamos aqui para fazer justiça e não espalhar fofocas sobre os acusados durante o julgamento,” finaliza o juiz.

O grupo, que ficou conhecido como um culto sexual, é acusado de obrigar mulheres a terem relações com o líder, Keith Raniere. Entre as acusações estão chantagem, por meio de vazamento de fotos íntimas, e até a marcação das iniciais do líder da NXIVM na pele das vítimas