Felicity Huffman e Lori Loughlin são processadas em US$ 500 bilhões por escândalo com faculdades

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Felicity Huffman e Lori Loughlin estão sendo processadas em US$ 500 bilhões com um grupo de outras 50 pessoas. O motivo é o escândalo que envolve compra de vagas em universidades norte-americanas.

O processo partiu de Jennifer Kay Toy, uma ex-professora e mãe de um candidato às universidades que o escândalo aconteceu. A ação é movida com base nos documentos obtidos pelo Deadline.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Joshua e eu acreditávamos que ele tinha uma chance justa, assim como todos os outros candidatos, mas não passou por algum motivo não revelado”, afirma a mulher, que lembra que as vagas foram preenchidas a partir do suborno.

Esse processo não tem data para seguir em frente. Enquanto isso, as atrizes devem responder para justiça norte-americana a partir do dia 29 de março, quando se apresentam nos tribunais.

Lori Loughlin terá que pagar 1 milhão de dólares para deixar a prisão

O caso passa por documentos descobertos pela mídia, que mostram que as suspeitas foram presas sob acusações de terem pago subornos de até US$ 6 milhões para colocar seus filhos em algumas das melhores universidades dos Estados Unidos, como Yale, Stanford e outras.

Dentro do esquema, os filhos das investigadas foram inscritos nas universidades como atletas recrutados, muito embora não tivessem capacidades atléticas de fato.

Dezenas de treinadores da divisão de futebol americano universitário também estão sendo investigados por sua participação no esquema.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio