Filha de Lori Loughlin não teria feito sua própria inscrição para a Universidade

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A filha mais nova de Lori Loughlin, Olivia Jade, perdeu inúmeros patrocínios e contratos de beleza após o escândalo de seus pais terem comprado sua vaga na Universidade.

E a polêmica não para! Segundo o processo contra Lori e seu marido, J. Mossimo Giannulli, via Yahoo nesta terça-feira, dia 19, os dois pagaram para que a inscrição de Olivia para a Faculdade fosse preenchida por outra pessoa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lori Loughlin terá que pagar 1 milhão de dólares para deixar a prisão

O processo detalha: “Em 12 de dezembro de 2017, Lori mandou um e-mail para Synger [cabeça do esquema], copiando Giannulli e sua filha mais nova, para pedir apoio para completar a inscrição formal para a Faculdade, mediante a aceitação dela como recruta no time atlético.”

De acordo com a declaração fundamentada, Olivia teve sua inscrição preenchida por outra pessoa, a pedido de Synger: “Ele respondeu direcionando para um empregado para enviar as inscrições em nome de Olivia Jade.”

Lori Loughlin está sendo acusada também de comprar vaga para outra filha, Isabella. A atriz Felicity Huffman é outra famosa envolvida no esquema.

Documentos descobertos pela mídia mostram que as suspeitas foram presas sob acusações de terem pago subornos de até US$ 6 milhões para colocar seus filhos em algumas das melhores universidades dos Estados Unidos, como Yale, Stanford e outras.

Dentro do esquema, os filhos das investigadas foram inscritos nas universidades como atletas recrutados, muito embora não tivessem capacidades atléticas de fato.

Dezenas de treinadores da divisão de futebol americano universitário também estão sendo investigados por sua participação no esquema.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio