Leaving Neverland | União de Michael Jackson com filha de Elvis Presley era falsa, diz acusador

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

James Safechuck, um dos acusadores que aparecem no polêmico documentário Leaving Neverland, sobre os supostos abusos sexuais e atos de pedofilia cometidos por Michael Jackson, alega que o casamento do astro com Lisa Presley era falso.

O cantor e a filha de Elvis Presley ficaram juntos entre 1994 e 1996. Depois, Michael Jackson casou com a enfermeira Debbie Rowe.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu lembro do Michael dizendo que ele falava como tinha esses relacionamentos públicos com mulheres para que as pessoas não desconfiassem de nada. Ele sempre disse que iria se casar, disse que iria precisar se casar, mas que isso não teria nenhum significado”, afirma Safechuck no documentário, em trecho reproduzido pelo Daily Mail.

A família de Michael Jackson segue negando as acusações feitas no documentário.

Leaving Neverland | Diretor do documentário critica atitudes do espólio de Michael Jackson

O documentário conta a seguinte história: “No auge de seu estrelato, Michael Jackson começou relacionamentos duradouros com dois garotos de 7 e 10 anos e suas famílias. Agora com 30 anos, eles contam a história de como foram abusados ​​sexualmente por Jackson e como chegaram a um acordo para ficarem calados anos depois.”

Ações judiciais movidas por Robson e Safechuck contra Jackson foram rejeitadas por um juiz em Los Angeles em 2017.

Leaving Neverland será exibido em duas partes na HBO, nos dias 3 e 4 de março.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio