Ralph Fiennes defende Liam Neeson: “Não é racista”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ralph Fiennes insistiu que Liam Neeson não é racista, apesar de o ator ter admitido no mês passado que percorreu as ruas tramando um ataque racialmente motivado.

Em uma entrevista ao The Independent, enquanto promovia o filme Vingança a Sangue Frio, Liam Neeson disse que foi consumido por uma “raiva primitiva” quando descobriu que uma amiga próxima havia sido estuprada por um desconhecido homem negro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele disse que o incidente ocorreu cerca de 40 anos atrás, e que vagou por bairros negros armados com uma barra de metal, esperando que fosse atacado, dando a ele motivos para retaliar.

Vingança a Sangue-Frio | Filme com Liam Neeson é adiado após polêmica sobre racismo

Mas Fiennes, que estrelou com Neeson em A Lista de Schindler, ganhador do Oscar, defendeu-o.

“Liam confessou algumas emoções muito feias e raivosas, que ele mesmo reconheceu serem uma coisa terrível, mas elas foram algo que ele experimentou muitos anos atrás. Ele fez uma confissão em uma entrevista”, Fiennes disse à RTE em uma entrevista de rádio.

“Eu sei que ele é um dos homens mais leais, honrados e bons que existem, e certamente não é racista.”

Liam Neeson retornará em MIB: Homens de Preto – Internacional, que estreia em 13 de junho.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio