Corey Feldman, estrela de Os Goonies, sempre esteve ao lado do falecido amigo Michael Jackson. Porém, o famoso deu uma declaração diferente após ter assistido o documentário Deixando Neverland, que conta com acusações contra o Rei do Pop.

O ator concedeu uma entrevista para revista Rolling Stone.

“Eu vi o documentário com minha mulher e meu filho. Me causou preocupação. É a preparação padrão do processo que eles descrevem”, explicou Feldman.


O ator, então, relembrou como eram as suas experiências com Michael Jackson. Feldman garante que nunca foi abusado por Michael Jackson.

“Tudo era muito similar, menos a parte sexual. Tudo. Ele me trazia presentes, uma TV do Watchman, um relógio de ouro da Disney. Ele estava me aliciando e eu nunca fui escolhido ou era apenas quem ele era?”, relatou o ator

O documentário conta a seguinte história: “No auge de seu estrelato, Michael Jackson começou relacionamentos duradouros com dois garotos de 7 e 10 anos e suas famílias. Agora com 30 anos, eles contam a história de como foram abusados ​​sexualmente por Jackson e como chegaram a um acordo para ficarem calados anos depois.”

Ações judiciais movidas por Robson e Safechuck contra Jackson foram rejeitadas por um juiz em Los Angeles em 2017.