Expulsão de Roman Polanski foi “justa e razoável”, afirma Academia do Oscar

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O cineasta Roman Polanski está tentando ser reintegrado na Academia de Artes e Ciências Cinematográficas com um processo. Porém, nesta terça-feira (23), recebeu uma resposta pública da organização.

O famoso diretor foi expulso ainda em maio de 2018, quando recebeu uma série de acusações de abuso sexual. Roman Polanski afirma que a sua expulsão não foi “apoiada de acordo com as regras”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em comunicado, a AMPAS afirma que “os procedimentos seguidos para expulsão do Senhor Polanski são justos e razoáveis. A Academia acredita que a decisão é apropriada”.

Roman Polanski foi expulso na mesma época que o comediante Bill Cosby. Meses antes da saída da dupla, a Academia agiu rapidamente para demitir Harvey Weinstein, produtor que se tornou o centro de grande parte das acusações de assédio sexual do movimento #MeToo.

O diretor ainda não respondeu ao último comunicado da Academia do Oscar.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio