Publicidade

Sophie Turner, de Game of Thrones, relata depressão: “Não tinha nenhuma motivação”

Publicado por Bruno Tomé

17/04/2019 08:22

Sophie Turner tem um ano importante para sua carreira. Está na última temporada de Game of Thrones e lançará X-Men: Fênix Negra, em que é a protagonista.

Para o programa de TV Dr. Phil, porém, a estrela tratou sobre a sua saúde mental. Primeiro, Sophie Turner revelou que pensava em suicídio quando mais jovem.

“Eu não fui depressiva quando era mais nova, mas eu cheguei a pensar bastante em suicídio quando era jovem. Talvez tenha sido apenas um fascínio esquisito, mas sim, eu costumava pensar nisso”, explicou a famosa.

Ao mesmo tempo, a atriz disse sofrer com depressão. A situação parece ter começado junto com o sucesso de Game of Thrones.

“Eu sofro com depressão há cinco ou seis anos. O maior desafio para mim é sair da cama e sair de casa. Aprender a se amar é o maior desafio”, declarou Sophie Turner.

A famosa contou ainda que o que a deixou pior foram ataques de espectadores. Muitos a colocavam como uma “má atriz” e até faziam piadas com a sua aparência.

“Eu dizia para mim, ‘sim, eu sou gorda, eu sou uma má atriz’. Eu apenas acreditava. Eu pedia à equipe da série para apertar ao máximo o meu espartilho. Eu não tinha nenhuma motivação para sair. Até os meus amigos eu não queria ver. Eu apenas chorava e chorava”, revelou a intérprete de Sansa.

A oitava e última temporada de Game of Thrones vai focar na luta final contra o Rei da Noite e seu exército de mortos-vivos. Os episódios serão disponibilizados no Brasil pela emissora e pelo serviço HBO GO simultaneamente à exibição nos Estados Unidos.

Além da oitava e última temporada, a HBO já está planejando a produção de derivados de Game of Thrones, um deles estrelado por Naomi Watts, ainda sem data de estreia.

A temporada final de Game of Thrones já está em exibição na HBO.

Publicidade