Atriz de Game of Thrones diz que sofreu ataque racista e transfóbico

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz Laura Pradelska, conhecida por Doctor Who e Game of Thrones, usou o Twitter para denunciar um ataque racista e transfóbico. Veja abaixo. 

A situação, como conta a famosa de 31 anos, aconteceu em uma loja de grife em Londres, na Inglaterra. A discussão aconteceu por causa da ordem da fila. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu nunca reclamo nas redes sociais, mas eu acabei de testemunhar o pior comportamento na loja da Zara na Oxford Street. Quatro mulheres furaram uma fila e uma mulher gentil atrás de mim pediu educadamente que elas não fizessem isso, então elas começaram a gritar os piores xingamentos”, começou a contar a famosa. 

A atriz ainda descreveu os xingamentos sofridos na fila. Ao que parece, a loja não tomou medidas adequadas com a situação. 

“Eu pediu que elas ficassem calmas e elas me agrediram verbalmente, com ataques raciais repulsivos e uma delas gritando na minha cara que sou uma p*ta transgênero – é completamente irrelevante se eu sou trans ou não, mas eu esperaria que a Zara jamais tolerasse esse comportamento. Elas deveriam ter sido expulsas”, relatou Pradelska. 

Logo após a revelação na rede social, a loja entrou em contato com a atriz. A grife afirmou que vai investigar o caso. A artista de Game of Thrones não voltou a se pronunciar.

Você sabia que mesmo criticada, a 8ª temporada de Game of Thrones bateu recorde de indicações ao Emmy ( O que inclui uma cena que foi compreendida errada pela crítica e fãs que ESTRAGA AINDA MAIS a temporada)? E que um ator da série foi vaiado na Comic Con após defender a última temporada? Veja o reencontro de Daenerys e Khal Drogo e muito mais no Observatório de Séries!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio