Ator de Power Rangers cometeu violência doméstica por 2 anos contra viúva

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O jornal New Zeland Herald trouxe novos detalhes do relacionamento conturbado entre o ator Pua Magasiva, que esteve em Power Rangers: Tempestade Ninja, e a agora viúva Lizz.

O ator se suicidou quando foi acusado de agredir a esposa. O jornal afirma que o famoso cometeu a violência doméstica por mais de dois anos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No dia 11 de maio deste ano, o ator foi encontrado morto. Ao mesmo tempo, a sua esposa foi levada com ferimentos graves para um hospital.

Antes da última agressão, o processo já estava acontecendo na justiça da Nova Zelândia. Magasiva teria que ficar seis meses com supervisão e ainda cumprir serviço comunitário.

Conforme os documentos divulgados, a viúva afirmava que o acusado “se recusava a reconhecer sua história de violência doméstica, porque isso arruinaria sua carreira”. A mulher ainda tinha medo que Magasiva voltasse a beber.

“Eu amo meu marido e faria qualquer coisa por ele, incluindo não assinar uma declaração à polícia e não ser sincera para que eu sempre o proteja. Eu queria encarar a verdade juntos e falar com sinceridade, mas Pua queria desesperadamente proteger sua carreira, então fiquei em silêncio”, afirma Lizz em uma carta que estava no processo.

Os dois haviam se casado em 2018.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio