A carreira de Charlie Sheen como ator teve início em 1984 e, daí pra frente, teve uma rápida e impressionante ascensão, se tornando rapidamente um astro de Hollywood.

O problema é que, logo nos primeiros anos de sucesso, ele já começou a apresentar traços de excentricidades e megalomanias que o acompanhariam por toda sua carreira.

Em 2003, Charlie começou a atuar no maior papel de sua carreira na série Dois Homens e Meio, personagem que era uma paródia de si mesmo: Charlie Harper, um solteirão, rico, alcoólatra e mulherengo.


A série elevou o astro ao patamar máximo de sua trajetória, dando a ele em 2010, durante a 8ª temporada, o maior salário da TV norte-americana: US$ 1,25 milhões por episódio.

O problema é que, durante a mesma temporada, Charlie teve graves problemas nos bastidores com o criador Chuck Lorrie, deixou o show e, desde então, se afundou em sua polêmica vida, não conseguindo mais nenhum papel de destaque.

Agora, parece que o astro está tentando retomar o rumo de sua vida. Segundo The Blast, Charlie completou nesta semana dois anos de sobriedade, período este onde ele não ingeriu nenhum tipo de álcool ou drogas.

Ainda de acordo com o site, o momento foi celebrado com várias mensagens de parabéns enviadas a ele por familiares e amigos mais próximos.

Charlie não comemorou publicamente em suas redes sociais essa conquista, mas no ano passado havia mostrado, no aniversário de um ano de sobriedade, uma moeda conquistada por ele como membro do grupo Alcoólicos Anônimos.