O astro de cinema de Hollywood, Zac Efron, foi levado de avião para um hospital australiano depois de ficar doente com uma infecção na Papua-Nova Guiné. O ator norte-americano de 32 anos foi levado para um hospital de Brisbane, onde foi tratado por vários dias na semana passada, revelou o The Sunday Telegraph.

Zac Efron estava filmando em Papua-Nova Guiné para um próximo reality show intitulado Killing Zac Efron. A série foi promovida como representando Efron explorando uma selva de uma ilha remota para “esculpir seu próprio nome na história da expedição”.

Zac Efron teria sido levado de avião para Brisbane, onde foi levado para um hospital particular, segundo o jornal citando fontes não identificadas. Ele teria viajado para a casa, nos Estados Unidos, da Austrália na véspera de Natal, após ter recebido alta.


A companhia de resgate médica australiana, Medical Rescue Group, disse ao jornal que recentemente levou um cidadão norte-americano com 30 anos, da Papua-Nova Guiné para Brisbane. Várias fotos mostrando supostamente Efron em diferentes locais na Papua-Nova Guiné circularam nas mídias sociais este mês.

Perto da morte

Ironicamente, já que a série se chama Killing Zac Efron, o ator ficou muito perto da morte durante as gravações. Por causa da infecção tifoide que adquiriu, Efron foi internado “em uma situação de vida ou morte”, segundo fontes do jornal.

Aparentemente, o ator está em melhor condição de saúde no momento. Ainda não se sabe quando Zac Efron pretende voltar a gravar a série após esta forte doença.

Zac Efron também está no elenco da nova animação de Scooby-Doo, que chegará aos cinemas em 2020. O ator dubla o Fred.