O caso Johnny Depp e Amber Heard ganhou mais um capítulo conturbado.

Em um áudio divulgado pelo jornal Daily Mail, a atriz Amber Heard admitiu ter agredido Johnny Depp, seu marido na época.

Violência confirmada

O áudio em que Amber Heard admite a violência foi gravado em 2015, quando o casal passava por terapias para tentar salvar o casamento.


De acordo com as gravações, Amber Heard atirou vasos, panelas e frigideiras em Johnny Depp durante uma discussão do casal.

“Lamento não ter batido em seu rosto com um tapa, mas estava batendo em você, não com um soco. Querido, você não levou soco”, diz Amber Heard no áudio.

Amber Heard e Johnny Depp se divorciaram em 2016. Acusações de violência física e psicológica foram feitas por ambos.

“Eu saí ontem à noite. Sinceramente, juro a você porque simplesmente não conseguia aceitar a idéia de mais confronto, mais abuso físico um do outro. Porque se tivéssemos continuado, teria ficado muito ruim. E, baby, eu te disse isso uma vez. Estou morrendo de medo, somos uma cena de crime agora”, diz Johnny Depp no áudio.

Na época do divórcio, Amber Heard entrou com um processo de mais de 300 páginas contra Johnny Depp. O processo mostrava fotos da atriz com diversos ferimentos.

Atualmente, Amber Heard namora a diretora de fotografia Bianca Butti. Amber Heard é conhecida por seu papel como Mera em Aquaman.

Johnny Depp é famoso por seu papel como Jack Sparrow na franquia Piratas do Caribe.