Novas imagens de câmeras corporais do tiroteio que matou Vanessa Marquez, há quase dois anos, revelaram que a atriz de Plantão Médico abordou as autoridades com uma réplica de arma de fogo, dizendo-lhes “Me mate” nos momentos que antecederam sua morte.

O Departamento de Polícia de South Pasadena compartilhou os vídeos devastadores com o KABC na segunda-feira (2), enquanto o Ministério Público do Condado de Los Angeles divulgou sua análise do incidente mortal. Foi decidido que ambos os policiais envolvidos agiram em “legítima defesa” quando atiraram e mataram Marquez durante uma verificação de bem-estar em sua casa na noite de 30 de agosto de 2018.

Os policiais Gilberto Carrillo e Christopher Perez responderam à sua residência depois que as autoridades receberam uma ligação de um parente fora do estado preocupado com o bem-estar da atriz. A polícia disse que a casa estava “completamente desarrumada” quando chegaram ao local, de acordo com a KTLA.


Vídeo chocante

O vídeo da câmera mostra Márquez gritando na cama e dizendo à polícia algo sobre uma “apreensão” quando eles se aproximam dela.

Os paramédicos e um médico de saúde mental chegaram ao local pouco tempo depois e conversaram com a atriz de Plantão Médico por cerca de 30 minutos sobre sua saúde física e mental, bem como sobre seus medicamentos, disse a polícia. Eles finalmente concluíram que ela precisava ser hospitalizada, provocando pânico da estrela da televisão.

“Oh meu Deus, não”, ela pode ser ouvida dizendo no clipe, que você pode ver mais abaixo.

As autoridades também podem ser ouvidas, assegurando-lhe que ela não ficará presa, apenas que ficará em observação por 72 horas porque pode ser um perigo para si mesma. Mas ela continua protestando enquanto pega uma bolsa próxima e pega o que as autoridades acreditam ser uma arma.

Eles repetidamente pedem que ela “solte a arma” enquanto se retiram para a cozinha.

“Me mate”, diz ela.

“Não vou te matar”, responde um oficial.

Márquez continua seguindo os policiais, levando-os a atirar.

As filmagens da câmera não mostram a atriz no momento em que ela foi baleada, mas as autoridades destacaram uma parte da filmagem em que a frente de uma arma de fogo pode ser vista.

Mais tarde, as autoridades determinaram que a arma era uma farsa – uma arma falsa “parecendo uma arma de fogo Beretta 92FS”, disseram eles.

A atriz, conhecida por interpretar a enfermeira Wendy Goldman ao lado de George Clooney e Julianna Margulies em Plantão Médico, tinha 49 anos no momento de sua morte.

Logo após o tiroteio, as autoridades da cidade de South Pasadena emitiram um comunicado dizendo que os policiais “agiram adequadamente sob um conjunto trágico de circunstâncias”.

A mãe de Marquez, Delia McElfresh, em 2019 registrou uma reclamação pedindo US$ 20 milhões em danos à cidade pela morte ilícita de sua filha. Ela alegou que tanto a negligência quanto a reação exagerada dos policiais causaram morte de Marquez.