Coisas estranhas da relação de Angelina Jolie e Brad Pitt que você não sabia

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Separados atualmente, Angelina Jolie e Brad Pitt foram por muitos anos o casal mais icônico de Hollywood. A vida familiar dos artistas sempre esteve presente nos holofotes, e poucos detalhes do relacionamento ficaram fora dos alcance dos paparazzi.

O site The Talko separou algumas curiosidades interessantes sobre o relacionamento de Angelina Jolie e Brad Pitt.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Confira abaixo!

O começo

Muita gente acha que Angelina Jolie e Brad Pitt começaram seu affair durante as gravações de Sr. e Sra. Smith, lançado em 2005. No entanto, a atriz já garantiu em várias entrevistas que o namoro só começou após o fim das gravações do longa. “Depois do término das filmagens, nós dois percebemos que havia algo diferente ali, algo que não havíamos acreditado antes”, explicou Jolie.

Adoção

Em março de 2007, Angelina Jolie adotou seu filho Pax Tien. Mesmo já estando em um relacionamento estável com Brad Pitt na época, a atriz foi obrigada a entrar sozinha com o processo de adoção do pequeno vietnamita. De acordo com a revista Time, na época os critérios de adoção do Vietnã não permitiam que casais não unidos em matrimônio adotassem crianças juntos.

Assédio

Como já foi dito, o relacionamento de Angelina Jolie e Brad Pitt sempre foi um prato cheio para os paparazzi. Um fotógrafo, no entanto, passou dos limites para conseguir uma foto exclusiva do primeiro herdeiro biológico do casal. Em uma entrevista à Rolling Stone, Pitt revelou que “um cara comprou um quarto no mesmo hospital que estávamos, e tentou tirar fotos por um buraco no teto, isso é ilegal, mas ele pagou e faz mesmo assim”.

A cerimônia

A cerimônia de casamento de Angelina Jolie e Brad Pitt, embora voltada para poucos convidados, foi altamente noticiada pela mídia. O casal oficializou a união no Chatêau Miraval, um castelo francês adquirido pelos dois. No entanto, apenas a festa foi realizada no local. A confirmação legal do casamento aconteceu na Califórnia, e foi ministrada apenas por um juiz de paz.

A sogra

Aparentemente, o relacionamento de Angelina Jolie com sua ex-sogra já foi marcado por brigas e desentendimentos. De acordo com o Radar Online, a primeira grande desavença entre Jolie e a mãe de Brad Pitt foi política. Jane Pitt odiava o presidente Barack Obama, e Jolie se frustrou com as opiniões da sogra. Além disso, a mãe de Brad Pitt tinha o costume de comprar roupas tradicionalmente femininas para a neta Shiloh, que sempre preferiu vestimentas mais práticas e vistas como masculinas.

O pai

O relacionamento de Angelina Jolie com seu pai, o ator Jon Voight, sempre foi bastante complicado. Principalmente após o conturbado divórcio do ator com a mãe de Jolie, Marceline Bertrand. Voight não participou da cerimônia de casamento da filha, e Jolie afirmou que “não era saudável” ficar próxima do pai.

Jennifer Aniston

Quando Brad Pitt conheceu Angelina Jolie nas gravações de Sr. e Sra. Smith, o ator ainda estava em um relacionamento sério com Jennifer Aniston, a Rachel de Friends. Tanto Pitt quanto Jolie já confirmaram que o namoro só começou após o término do ator com Aniston, mas muita gente acredita no contrário. O relacionamento dos dois dividiu a comunidade de artistas em Hollywood, e até hoje Jennifer Aniston prefere não falar sobre o assunto.

Filmes

Angelina Jolie e Brad Pitt participaram de apenas 2 filmes juntos. O primeiro, é claro, foi Sr. e Sra. Smith, o longa de ação que uniu o casal fora das telas. O segundo é À Beira Mar, romance lançado em 2015. O longa foi um verdadeiro fracasso nas bilheterias, faturando pouco mais de 3 milhões de dólares com um orçamento de mais de 10 milhões.

Shiloh

Angelina Jolie e Brad Pitt já sabiam que revistas de famosos fariam de tudo por fotos exclusivas de Shiloh, o primeiro bebê biológico do casal. Por isso, eles venderam as primeiras imagens de Shiloh em 2005 por mais de 4 milhões de dólares para a revista People, um recorde na época. O valor pago foi doado inteiramente para organizações de caridade.

Advogados

Quando Angelina Jolie e Brad Pitt decidiram se separar, em setembro de 2016, ficou claro para todos que o divórcio judicial seria extenso e complicado. Muitas propriedades foram envolvidas, sem falar na guarda dos filhos. Para a disputa judicial, os dois artistas escolheram advogados conhecidos no mundo do entretenimento. Pitt contratou Lance Spiegel, famoso por representar a atriz Eva Longoria em seu divórcio com o astro da NBA Tony Parker. Já Angelina Jolie escolheu Laura Wasser, que já havia defendido celebridades como Johnny Depp, Heidi Klum, Christina Aguilera, Ryan Reynolds e Ashton Kutcher.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio