O diretor Barry Sonnenfeld (MIB: Homens de Preto) foi molestado sexualmente quando criança por um membro da família e seus pais sabiam o que estava acontecendo, revelou o cineasta em um livro de memórias.

Em “Barry Sonnenfeld Call Your Mother”, o diretor da trilogia original de MIB: Homens de Preto contou que sofreu abuso de um primo adulto, a quem ele se refere como CM. o C.M., ou primo Mike, o molestador de crianças, que também teve como alvo outros jovens membros da família e crianças do bairro.

Terríveis memórias

Em uma entrevista com Page Six, Sonnenfeld, de 66 anos, disse que em 2014 confrontou seu pai, Sonny, que teve vários casos pelas costas de sua mãe, sobre o abuso sexual.


Ele disse que ficou chocado quando seu pai lhe disse que sabia que algo havia acontecido e não parecia preocupado com isso.

Sonnenfeld lembrou as palavras do pai: “Antes de tudo, Barry, não se esqueça que molestar crianças não tinha o mesmo estigma da época que tem agora”. Sonny tinha 94 anos na época.

Ele então acrescentou: “Eu nunca pensei que Mike estivesse molestando você. Eu só pensei que ele estava brincando com seu pênis.”

Barry escreve no livro de memórias que ficou horrorizado com a resposta de seu pai: “Que tipo de pai permite que um homem toque o pênis de seu filho?”

O diretor de MIB: Homens de Preto disse que naquela tarde ele caiu em profunda dor, mas de alguma maneira conseguiu voltar para casa e passou a noite na cama, chorando.

“Minha vida inteira me convenci de que meus pais, por mais falhos que fossem, me amavam. Certamente eles não entenderam toda a extensão do abuso tortuoso de Mike. Mas eu estava errado. Eles sabiam… minha mãe e meu pai.”

Ele também se lembra de uma vez que sua falecida mãe Kelly – uma alcoólatra narcisista que constantemente ameaçava se matar – o convidou, juntamente com sua namorada e suas duas filhas para jantar.

Ela também informou casualmente que o primo Mike, que agora está morto, também estava lá.

Quando Barry se recusou a ir, sua mãe garantiu que “policiaria Mike” e depois chorou: “Barry, naquela época, molestar crianças não tinha o estigma que tem agora.”

“Barry Sonnenfeld Call Your Mother” terá lançamento em 10 de março, nos Estados Unidos.